Redação: como fazer o desenvolvimento






No artigo anterior, nós falamos a respeito do parágrafo de introdução (veja aqui). Agora, continuando o modelo anterior, vamos escrever os parágrafos de desenvolvimento. Você viu que a introdução apresenta as ideias que vão originar os dois parágrafos de desenvolvimento (ou um, ou três... depende da quantidade máxima de linhas permitidas).

Observação: esse é apenas um modelo de parágrafo de desenvolvimento que estamos sugerindo a você. Não existe um padrão específico e rigoroso para escrever uma dissertação. Você desenvolve o seu próprio estilo de escrita. 

Vamos rever a introdução que criamos no artigo anterior:

A internet faz parte da sociedade moderna e é uma característica marcante da cultura atual.  O seu principal aspecto positivo é a facilidade de acesso ao conhecimento e à informaçãoentretanto o seu mau uso pode prejudicar os seus usuários de inúmeras formas. O que a caracteriza como benéfica ou maléfica é o modo que ela é usada”.

Observe que a introdução apresenta duas ideias junto com a tese (uma está na cor azul e a outra está na cor verde). Cada uma dessas ideias dará origem a um parágrafo de desenvolvimento. 

O desenvolvimento é o parágrafo que vai desenvolver a ideia que foi apresentada junto com a tese lá no parágrafo de introdução. Essa ideia deve aparecer no primeiro período do desenvolvimento (ou seja: da letra maiúscula até o primeiro ponto) e ela será a ideia principal do parágrafo de desenvolvimento, recebendo um novo nome: tópico frasal

Portanto, o tópico-frasal é a ideia principal do parágrafo (é a ideia que resume o parágrafo inteiro em uma ou duas linhas). Depois do tópico-frasal aparecem os argumentos (que irão desenvolver a ideia principal do parágrafo) e, por fim, temos o encerramento (ou "fechamento") do parágrafo (para evitar que o desenvolvimento acabe "do nada", sem ter um "fechamento"). 

Com base nisso, vamos fazer o primeiro parágrafo de desenvolvimento.

Ideia: “O seu principal aspecto positivo é a facilidade de acesso ao conhecimento e à informação

Parágrafo correspondente (sugestão):

Dentre tantos aspectos positivos, o que mais se destaca entre os benefícios da internet é o caráter de sua acessibilidade. É simples publicar e acessar conteúdos dos mais variados campos do conhecimento, o que representa um poder de acesso à informação nunca antes testemunhado na história tecnológica do mundo. Por meio da internet, o usuário pode encontrar grandes acervos de livros digitalizados, visitar páginas de conteúdos especializados e também acompanhar informações atualizadas por meio de grandes portais de notícia. Sendo assim, pode-se afirmar a internet inaugurou uma nova geração e uma nova cultura, que é caracterizada pela globalização e pela acessibilidade universal da informação nunca vista antes.

Em vermelho, nós temos o tópico frasal, estrutura que concentra a ideia principal do parágrafo (que foi apresentada na introdução da redação, junto com a tese). Na parte destacada em azul, que é o “miolo” do parágrafo, nós argumentamos e desenvolvemos a ideia central do parágrafo, ou seja: preocupamo-nos em convencer o leitor de que o grande benefício da internet é o acesso à informação e ao conteúdo. E, por fim, a parte roxa representa o fechamento do parágrafo, onde concluímos que a internet passou a caracterizar uma nova geração, caracterizada pelas pessoas que têm o poder de acesso à informação de um modo nunca visto antes. O fechamento é a parte do parágrafo que dá um tom de conclusão (para ajudar, você pode começar o fechamento com algum elemento conclusivo, como "sendo assim", "portanto", "dessa maneira", "logo", "então", etc). 

Perceba que o parágrafo de desenvolvimento é realmente uma “redação em miniatura” composta por introdução (tópico frasal), desenvolvimento (argumentos, ou seja: o "miolo") e conclusão (encerramento ou fechamento). 


Vamos, agora, para o segundo parágrafo de desenvolvimento:

Ideia: entretanto o seu mau uso pode prejudicar os seus usuários de inúmeras formas. 

Parágrafo correspondente:

Entretanto, o grande problema da internet é o fato de ela ter falhas que comprometem a segurança de seus usuários. Por ser pública e global, ela é usada por muitos tipos de pessoas e elas podem ter diferentes propósitos e objetivos, o que compromete a segurança da rede. Esse fato é agravado ainda pela questão do anonimato, que facilita crimes como racismo, pedofilia, roubos de informações pessoais, falsas identidades e plágio. Além disso, a rede é vulnerável a ações de hackers, que são capazes de invadirem contas de empresas, de pessoas físicas e até mesmo do próprio governo. Tudo isso demonstra que a internet, apesar de facilitar o acesso à informação, é um ambiente inseguro e que, portanto, exige cautela por parte de seus usuários.



Assim como no parágrafo anterior, em vermelho nós apresentamos o tópico frasal, que revela a ideia central do parágrafo. Em azul nós temos toda a estrutura argumentativa, que foi construída de modo a convencer o leitor a aceitar a ideia principal apresentada pelo tópico frasal. E, por fim, temos o fechamento do parágrafo (na cor roxa), onde concluímos e reafirmamos que a internet realmente é insegura, fato que exige cuidado por parte dos usuários que nela navegam. 

Você percebeu que, para desenvolver, é preciso argumentar. Para tanto, existem algumas técnicas de argumentação, como por exemplo: Causa e ConsequênciaExemplificaçãoCitaçõesContra-Argumento e Fatos e Conceitos



37 comentários:

  1. Vemos que o desenvolvimento necessita da introdução para ser feito. Isso nos trás uma facilidade para desenvolver a redação, pois já temos a base.

    ResponderExcluir
  2. olá surgiu uma dúvida aqui!Como dito antes tem-se que escolher se você está a favor ou contra um tema, esse exemplo não seria ideias opostas? Você está dizendo que a internet é ruim e boa ao mesmo tempo, isso não causaria prejuízo à nota da redação?

    ResponderExcluir
  3. O tema que eu estou abordando é o seguinte: “A internet possui tanto aspectos positivos quanto negativos e isso depende de seu uso”.Portanto, nesse caso, eu devo desenvolver um argumento contra e outro a favor.

    Confira a primeira parte desse artigo aqui: http://www.comoescreverumaboaredacao.com/2013/09/redacao-como-fazer-introducao.html

    ResponderExcluir
  4. Não entendi muito bem o que é fechamento. É a conclusão de seu argumento? É necessário que haja o fechamento em todos os parágrafos de desenvolvimento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O 'fechamento" é uma ferramenta que ajuda a preservar a coesão e a integridade de sua redação. Com ele, você diminui a probabilidade de escrever um parágrafo incompleto e ajuda a organização do raciocínio e a clareza da exposição dos argumentos. Se é necessário ou não, a resposta é: depende. Cada pessoa tem o seu estilo de escrita: não existe "resposta certa" em redação, não existe um "jeito" certo de escrever. Como eu escrevo para um público de múltiplos estilos e perfis, então eu preciso ser o mais completo possível e devo oferecer as ferramentas mais abrangentes possíveis para as pessoas se identificarem e criarem suas estratégias de escrita.

      Excluir
  5. Nesse desenvolvimento:

    "Em outro caso, bastante divulgado também na mídia, a internet
    serviu como instrumento de violação da privacidade. Fotos íntimas da atriz
    hollywoodiana Scarlett Johansson foram acessadas por um hacker através de
    seu celular e divulgadas pela internet para o mundo inteiro, causando um
    enorme constrangimento para a atriz."
    (Guia do participante redação enem - Redação de Alline Rodrigues - Tema: viver em rede no século XXI)

    Nele não há fechamento, mas no entanto a aula recebeu nota 1000 na redação. O que o fez para não necessitar do fechamento?

    Espero resposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anteriormente eu comentei que não existe "modelo correto" de redação: cada pessoa tem o seu perfil, o seu estilo de escrita. Não existe "gabarito", não existe "resposta certa". O que existe é a redação coesa e perfeitamente integrada, onde é possível observar que suas ideias são concatenadas e são desenvolvidas seguindo uma linha de raciocínio. A autora do texto que recebeu nota 1000 manteve essas características ao longo de seu texto seguindo o seu perfil de escrita. O "fechamento" não é item obrigatório, mas sim é uma ferramenta que nos ajuda a manter a linearidade das ideias. A autora não precisou dessa ferramenta porque o "conjunto da obra" fala por si próprio.

      O parágrafo em questão está muito interligado ao parágrafo anterior e ambos fazem parte de um mesmo "corpo" argumentativo: o primeiro cita um caso e o segundo cita outro, ambos justificando a ideia da "linha tênue" apresentada no parágrafo anterior. A linha de raciocínio evolui com fluidez, desenvolvendo-se de modo sólido, contínuo e coeso. A escrita evolui de tal forma que o parágrafo inteiro se transforma, de modo natural, no vínculo da conclusão com o desenvolvimento. O perfil de escrita da autora foi capaz de criar essa harmonia sequencial que fez seus argumentos se desenvolverem coesos e integrados: ela atingiu o seu objetivo.

      Os critérios de correção levam em conta a redação em seu aspecto mais holístico. A evolução dos argumentos da autora nota 1000 ao longo de sua redação, associado à integridade e à coesão de suas ideias a levaram a alcançar essa nota. Eu tenho que avaliar o "todo".

      Acontece que muita gente não tem esse estilo, não tem esse perfil e não consegue estabelecer uma linha de raciocínio com integridade e coesão. São nesses casos que as ferramentas e as técnicas redacionais atuam: elas evitam que os problemas aconteçam pois têm caráter preventivo. É a partir dessas ferramentas que você encontra a sua estratégia de escrita e a sua identidade.

      Excluir
    2. Muito obrigado! Entendi :)

      Excluir
  6. Olá o seu blog é muito bom...porém estou com dúvida.. o tema da sua redação exige que se aponte os aspectos positivos e negativos... mas se fosse no Enem com o tema manifestações populares eu deveria defender ou acusar esse tema... e se eu escrevesse... as manifestações populares são boas pq pode melhorar o país e ...porém tem seu lado negativo com várias depredações e violência.... seria ideias opostas e perderia pontos?

    ResponderExcluir
  7. Você pode apresentar o lado positivo e o lado negativo desde que você trabalhe com eles seguindo uma linha de raciocínio que apresente uma tese bem definida. Um artifício para isso é trabalhar com essas ideias no modo condicional. Exemplo: "os movimentos sociais são importantes e necessários para a manutenção da democracia desde que eles não sejam acompanhados por ações mais radicais ligadas ao vandalismo e à violência. As manifestações devem ser pacíficas e bem organizadas para atingirem os seus objetivos". Observe que eu me posiciono claramente em relação ao tema e desenvolvo a tese, afirmando que as manifestações são produtivas desde que não venham acompanhadas pelo vandalismo. Portanto, tome cuidado para não perder o foco: mesmo tendo ideias diferentes, você precisa destacar a tese, destacar um argumento principal que envolva essas ideias.

    O manual do candidato do Enem é bem claro quanto a isso:

    "Nessa redação, você deverá defender uma tese, uma opinião a respeito do tema proposto, apoiada em argumentos consistentes estruturados de forma coerente e coesa, de modo a formar uma unidade textual"

    Além disso, não se esqueça de outra marca importante das redações do Enem:

    "Por fim, você deverá elaborar uma proposta de intervenção social para o problema apresentado no desenvolvimento do texto que respeite os direitos humanos."

    Quando eu fiz este site eu não pensei na redação para o Enem, mas sim para concursos em geral. Vou criar um espaço para falar apenas sobre o Enem e suas características. É importante ler o manual de redação do candidato, pois lá você encontra tudo o que precisa a respeito dos critérios de correção.

    ResponderExcluir
  8. EXCELENTE CONTEÚDO !!!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns, seu conteúdo é perfeito, muito bom!

    ResponderExcluir
  10. Muito bom. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Peter, seu blog é maravilhoso! Estou aprendendo demais, coisas que infelizmente não aprendi na escola (por não ter tido qualidade de ensino) e agora correndo atrás do prejuízo. Sempre é tempo.
    Obrigada por nos ajudar sempre. Que Deus abençoe seu trabalho tão nobre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas suas palavras, me sinto contente por isso e parabéns pela sua força de vontade e pela iniciativa em não se deixar levar pelas consequências da baixa qualidade do ensino e correr atrás em busca de algo melhor. Nobreza é o que você faz. Um abraço!

      Excluir
  12. Excelente conteúdo, excelente professor!

    Peter, você dá aula presencial?

    #Bloggramaticandoeufaçoparte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço suas palavras e fico feliz com o seu comentário. Infelizmente, eu não estou dando aulas particulares por falta de tempo. Eu estou fazendo muitas coisas (entre trabalho e estudos) e nem sei como consigo fazer tudo. Porém, isso não impede, por exemplo, que eu tire suas dúvidas. Se precisar de ajuda em alguma coisa, pode usar o formulário de contato.Um abraço!

      Excluir
    2. Obrigada! Nunca fui boa em Português rs.
      O seu blog está me ajudando muito. Um abraço!

      Excluir
  13. Como posso fazer uma introdução com o tema: escrever sem dúvida é uma arte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso vai depender do que você irá escrever ao longo da redação. Para arranjar ideias, primeiro organize o seu pensamento e reflita a respeito dos motivos que fazem a escrita ser considerada uma arte. Depois de refletir, escolher a sua tese e escolher os seus argumentos, aí sim você poderá escrever a sua introdução. Se eu, por exemplo, fosse fazer uma redação agora, eu defenderia a ideia de que a escrita é uma arte porque ela provoca sentimentos e emoções (assim como a pintura, o cinema, etc). Então, eu poderia começar a minha introdução falando sobre a escrita (de um modo geral) para, então revelar a minha tese, revelar a ideia principal da redação. Por exemplo:

      "O surgimento da escrita marcou o início da história da humanidade, já que todos os eventos anteriores a esse acontecimento integram a Pré-História. Entretanto, muito mais do que a gênese da história humana, a escrita se transformou numa grandiosa arte. As manifestações literárias buscam traduzir, em palavras, o mundo, o homem e as suas idiossincrasias, provocando emoções e empatia. A arte das palavras definiu e redefiniu o homem ao longo dos séculos e, sem dúvidas, continua provocando as mais profundas emoções humanas assim como todo tipo de arte é capaz de provocar."

      Esse poderia ser um exemplo de introdução para um texto que tem como argumento o fato de que a escrita é uma arte devido ao seu poder de provocar sentimentos, emoções e empatia. Esse foi apenas um exemplo. O importante é você definir a sua linha de raciocínio e apresentá-la, de forma clara, na introdução. No rascunho, vá jogando as palavras no papel, deixando as ideias fluírem. Depois, você organiza essas ideias, escolhe as mais relevantes e estruture a introdução seguindo a lógica: "apresentação e contextualização do tema + apresentação da tese".

      Excluir
    2. Como eu faço uma introdução com o tema: como fazer uma boa redação? O assunto desse tema é mostrar para os leitores os passos de como se faz um bom texto, uma boa redação. Pode me ajudar?

      Excluir
    3. Nesse caso, você estará escrevendo uma dissertação expositiva, ou seja: você não vai se preocupar em elaborar uma tese, escolher argumentos e defender as suas ideias (característica da dissertação argumentativa). A sua preocupação será explicar o tema de modo que o leitor entenda esse tema. Como existem muitos gêneros e tipos de textos, você precisa esclarecer, logo na introdução, qual será o tipo ou o gênero do texto que você irá explicar. Seja objetivo, vá direto ao ponto e procure explicar o máximo de coisas usando o mínimo de palavras. Se você, por exemplo, quiser falar do texto argumentativo-dissertativo, você poderia escrever uma introdução assim: "O texto argumentativo-dissertativo é uma modalidade textual caracterizada predominantemente pelo aspecto argumentativo e seu autor deve se posicionar em relação ao tema e deve elaborar uma tese em relação a esse tema. Para tanto, ele deve apresentar argumentos consistentes para embasarem a sua tese e, além disso, ele deve apresentá-los de forma coerente e coesa num texto em prosa organizado em introdução, desenvolvimento e conclusão". É claro que esse é apenas um exemplo. O seu parágrafo de introdução vai depender do que você vai escrever ao longo do texto.

      Excluir
  14. Perfeito. Obrigada!

    ResponderExcluir
  15. Você poderia publicar mais redações corrigidas,pois suas explicações são ótimas e está servindo grande ajuda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pretendo organizar todas as redações que eu recebi e corrigi gratuitamente ao longo dos últimos 3 anos num livro ou e-book.Eu vou compilar todo o material por áreas temáticas, sistematizando as explicações de acordo com os tipos de ocorrências.

      Excluir
  16. Que bom que encontrei esse site, tem me ajudado muito!

    ResponderExcluir
  17. Meus textos comparados aos dos exemplos são parecidos com textos de ensino fundamental, tanto q tenho que ler mais de uma vez pra entender. Que desanimador, mas vcs estão de parabéns, nd até hj me ajudou tanto!:)
    Ah...e eu vou cursar letras!:(

    ResponderExcluir
  18. Você Está De Parabéns,Gosto Muito Do Seu Blog Sou Seu Fã De Carteirinha.

    ResponderExcluir
  19. Muito bom...Parabéns pela iniciativa Peter Ensi...

    ResponderExcluir
  20. Excelente seu trabalho! Muito bem explicado e exemplificado. Obrigada pelas ótimas informações.

    ResponderExcluir